4 de mai de 2010

Abrigo

Engano algum

Não me julgue pelo sorriso exposto
Pela lucidez de volta em meu rosto
É que a paz chegou e eu fiz abrigo
Não pense assim que eu me acomodei
Só porque com você, de novo, me deitei
Me entreguei, meu bem, me entreguei
Então deixa assim, sereno, eu mereço
Eu mereço essa nota, você merece essa paz
Obrigado por expulsar a repulsa,
Desespero não é prova de amor e por isso jaz
Amar é prender sem vontade, sem cais
Eu quero mais é, contigo, navegar
Sair da margem, ir bem além do mar
Onde você possa sorrir sem nenhum engano
Dizer "Meu bem, eu te amo, eu te amo".

4 comentários:

Lih disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Brito disse...

Parabéns cara você escreve muito bem!
Já havia dado uma olhada no seu blog umas outras vezes e sempre me surpreendo!! Continue assim..
Agora, se me permite, irei roubar essas três primeiras linhas para usa-las em uma declaração amanhã!! hahahaha
Novamente parabéns pelo seu blog e continue desse jeito!!
Ps: Ah e me deseje sorte para amanhã, afinal de contas, pelo menos uma parte do sucesso final virá de você! hahahahhahahahha

A Mor.. disse...

Gostei do jogo com a palavras, gostei das palavras!
Como sempre, é bom te ler!

=]

Ah, notei tbm onovo visual do blog... o/

信用代款 disse...

銀行貸款,
信用貸款,
房屋貸款,
二胎房貸,
汽車貸款,
企業貸款,
上班族信用貸款,
整合負債貸款,
通信貸款,
房屋轉增貸,
法拍屋代墊款,
中小企業貸款,