30 de out de 2007

Você que faz assim parte de mim...

Até quando

Você que alegra o meu penar
Que me vê até onde não está
Você que tem certeza do meu valor
Que não duvida nem do meu pudor
Você que aceita o meu destino
De ser qualquer, de ser menino

Você que lamenta os meus prantos
Me ergue a cabeça, acalma minh'alma
Não ri das minhas quedas
Tem fé na minha calma
Segue estrada a fora
Me entrega, leva embora



Por você, eu iria a pé
Até onde Deus quiser
Pra te ver, eu iria a pé
Até onde Deus quiser
Até quando Deus quiser.

24 de out de 2007

Mais do mesmo?

O mesmo jeito

Mesmo filme de ontem
O mesmo programa
Mesma roupa
O mesmo lugar
Mesmas pessoas
Os mesmos sorrisos
As mesmas gracinhas
O mesmo olhar
O mesmo abraço
Mesmo medo de dizer
Mesmo olhar
O mesmo abraço
Mesmo medo de dizer
O mesmo medo

O mesmo eu
Mesmo jeito dela
O mesmo eu
O mesmo jeito dela
O mesmo jeito meu
De ficar com medo
De dizer pra ela
Que meu soriso
Meu abraço
Meu olhar
Nao são os mesmos
Sem o mesmo jeito dela.

14 de out de 2007

No meio do caminho tinha uma pedra

De repente, uma pedra

Tem horas que me dá uma
Puta vontade de ser uma pedra.





Pedra não pensa,
Não fala, não ouve,
Não sente...

Esquecer do mundo...

Perdição

Eu julguei mal o meu dom
Por que ainda me segue?
Vi nascerem flores ao seu redor
Não precisa mais dos meus lírios
Por que desperdiçar suas asas
Com alguém que não sabe voar?
Por que jurar dar amor
A quem não quer dar?

Olha pro alto e mira o infinito
Vê o fim de um sonho se realizar
E o desejo forte e lento que me tem
É bem maior que esse medo que detém
O seu sorriso e não quer passar




Vou só dizer adeus
E esquecer de tudo
Vou só pensar em mim
E esquecer do mundo.

5 de out de 2007

Onde foi você?

Fugiste de mim

Um passo em um mês
Sete vidas de vez
Um incógnito no ar
Um ébrio a sorrir
Um sóbrio a cantar

Uma noite de festa
Muita bebida, muita gente besta
Gente como a gente que
Pensa que segunda é sexta

Cem devaneios, sem chuva
Cem raios de sol,
Minha cara deslavada
Um surdo, um tarol



Tudo mera ilusão...



Pra que fugir assim
e me deixar aqui comigo?
Pra que fugir comigo assim
e me deixar aqui?


2 de out de 2007

Só amanhã?

Amanhã, sorrir

Ontem eu pedi pra sorrir de novo
Não sorrir como quem ri das coisas
Sorrir por sorrir, a toa, sem razão,
Sorrir por estar feliz, de coração

Alguém me fez esse favor:
Palavras vão, palavras vem...
Em um minuto tudo está tão bem

Belas sensações a cada teclar de letras
E hoje o que sou me revela o espelho
Veja as estrelas... morrem e continuam vivas
Nesse doce mesclar de saudade e solidão

Seja bem vinda ao meu mundo
Seja bem vinda a meu presente
Me deixa fazer parte do seu futuro?