2 de out de 2007

Só amanhã?

Amanhã, sorrir

Ontem eu pedi pra sorrir de novo
Não sorrir como quem ri das coisas
Sorrir por sorrir, a toa, sem razão,
Sorrir por estar feliz, de coração

Alguém me fez esse favor:
Palavras vão, palavras vem...
Em um minuto tudo está tão bem

Belas sensações a cada teclar de letras
E hoje o que sou me revela o espelho
Veja as estrelas... morrem e continuam vivas
Nesse doce mesclar de saudade e solidão

Seja bem vinda ao meu mundo
Seja bem vinda a meu presente
Me deixa fazer parte do seu futuro?


Um comentário:

julia disse...

menino bonito que escreve e canta bem! :x