30 de ago de 2008

Sem título

[sem imagem]

Vamos! Apenas me diga quem é você. Sem instintivamente dizer seu nome, idade, profissão. Ou mesmo sem dizer qualquer característica que te insira numa das gavetas hierarquicamente organizadas numa das estantes de madeira da dispensa.


Mas diga a verdade! Sem medo. Sem receio. Tente! Por quê não experimentar o novo? Você continua andando rápido pelas calçadas. Vira o rosto a quem se insinua ou olha para você com um sorriso. Contenta-se em ver o céu por trás dos edifícios. Reprime lucidez e foge de uma possível sensação de frio na barriga.

Você continua deduzindo os outros através de seus trajes.Você continua sendo honesto com todos, menos com si mesmo. Alimenta seus sonhos com papéis coloridos e bem impressos de revistas de direita. Economiza dinheiro para presentear a si mesmo nos fins de ano. Joga sempre lixo no lixo, na tentativa de limpar sua consciência.

É de gente assim que o mundo globalizado precisa. Gente que aprendeu a viver aceitando seu lugar. Gente que paga o que recebe e sempre deve o que vai receber. Gente cuja maior qualidade é fazer o que mais abomina, com quem mais odeia, a qualquer hora, sorrindo. Mas ordens são ordens, não é?

Permaneça assim, já que não te incomoda. Continue como a mulher que escrevia cartas de amor a si mesma. Amontôo de palavras em círculos para se sentir um pouco melhor. Vamos, continue! Mas saiba que nada me faz mais infeliz do que aceitar isso. Continue caminhando. Continue fingindo sua felicidade. No fim, você é menos pior do que eu, que sabe onde estão os erros e continua errando.

*Lembro que escrevi esse texto em um surto de indignação no meu primeiro período de faculdade, depois de uma aula de Teoria da Comunicação. Achei ele mofando por aqui! Acho que agora ele faz mais sentido do que nunca.

16 comentários:

Lu disse...

Olá Léo!
Tudo bem? hum?

Escrito antigo, crítico e bem próprio a qualquer tempo.
Politicamente correto e aceito pela maioria que assiste, seu caminhar bem como suas atitudes certinhas né mesmo?
Será feliz? terá histórias para contar em sua cadeira de balanço, já velhinha para seus netos? seus olhos brilharão, por ter vivido intensamente?
Parabéns, traga seus escritos antigos sempre e divida conosco.
Ótimo domingo menino pensante.
Beijo!

Mr. Jairo Souza disse...

realmente teoria da comunicação é ótimo!
ou vc fica revoltado com tudo e todos do sistema, ou sente aquela leve sensação pisicopata!
hauhauauhauha
agora q eu sei... vou manipular td mundo
hauhauhauha
abraços!

«« ڱemöґïvö »» disse...

Olá Curcino!!uanto tempo! Que saudade.^^
E que texto magnífico hein.. realmente, a maioria da populaçaõ tem pelo menos metade desse perfil... infelizmente.
Amei ler cada palavra (como sempre).
Grande beijooooo

Ray

Lívia disse...

Leo, não entendo nada de Teoria da Comunicação, mas isso não me impediu de apreciar seu texto. Parabéns, espero que um dia publique um livro com suas obras.

Anyway... acho que escrevo em círculos...

Karol Armstrong disse...

nossa Leo, no 2ºe 3º § parecia q estava falando comigo...^^
esse texto serve a qualquer momento, seria melhor ainda se servisse à todos...
as vezes nos escondemos no q realmente somo por medo de descobrir o q somo, e mentimos pra outros esquecendo q estamos mentindo pra nós mesmos também.


...
voltarei sim sempre q puder
..e valew pelo post, volte sempre também!!
:*

Liz disse...

"Gente cuja maior qualidade é fazer o que mais abomina, com quem mais odeia, a qualquer hora, sorrindo".

Sorrindo.
'Shut Up And Smile'. Certo?

Acho que não sei mais o que dizer sobre essa postagem.
Calo-me, portanto.

Lara Esteves disse...

Ei Léo!!

que texto legal!!
há algumas partes que chega doem,pelo simples fato de retratar uma pequena verdade que existe em cada um de nós e que teimamos em não aceitar...

Adorei!!
pequeno grande gênio!

Abraço, Lara Esteves

Lívia disse...

oi léo, quando disse que sou o ponto final, é porque acabo sempre tendo a última palavra e isso me incomoda bastante. Estou naquela fase de ficar pensando e repensando e às vezes fico pessimita. Mas estou bem! Obrigada por se preocupar. Vou procurar seu perfil de qualquer forma. um gde abraço

.Mariana. disse...

"Mas ordens são ordens, não é?"
Sim, ordens são coisas chatas a serem seguidas. Bom, pelo menos não é 'lei'.

Muito bom o texto(aliás, os textos!), nossa, gostei demais!
Tenho certeza que muita gente deve ler e se identificar de alguma forma!

Kênia Garcia disse...

Gostei de ler-te.
Volto com certeza.

Beijos

A Mor.. disse...

Mto bons os textos e poesias.
Parabéns!

Anônimo disse...

Mto bom!

Parabéns!

kallani disse...

depois diz que não sabe escrever prosa! tá foda, leo. mesmo. me deu uma sacudida.

.carolina gaio disse...

Olá estou de volta aki ...
Nossa esse texto é igual ao meu pensamento tbm...
=D

June A disse...

Fiquei sem palavras....
E me pos a pensar.

Bj

信用代款 disse...

銀行貸款,
信用貸款,
房屋貸款,
二胎房貸,
汽車貸款,
企業貸款,
上班族信用貸款,
整合負債貸款,
通信貸款,
房屋轉增貸,
法拍屋代墊款,
中小企業貸款,